Rua Dr. Diogo de Faria, 1087 - cj. 1005 - Vila Clementino - São Paulo - SP - 04037-003

Região Inguinal

Hérnia

hernia.png
O que é Hérnia?
Hérnia é o escape parcial ou total de um ou mais órgãos por um orifício que se abriu por má formação ou enfraquecimento nas camadas de tecido protetoras dos órgãos internos do abdome.

Tipos
Existem diversos tipos de hérnia, mas os principais são:
  • Hérnia inguinal
  • Hérnia epigastria
  • Hérnia umbilical

Causas
Não existe uma causa evidente para o surgimento de uma hérnia. Algumas são resultado de levantar muito peso. Elas podem estar presentes na pessoa desde o nascimento, mas a protuberância pode ser imperceptível por muitos anos.

As hérnias podem aparecer, também, em bebês e crianças. Isso acontece quando a membrana que cobre os órgãos abdominais não se fecha corretamente antes do nascimento.

Fatores de risco
Alguns fatores são considerados de risco pelos médicos para o surgimento de hérnia. Confira:
  • Constipação crônica e esforço para evacuar
  • Tosse crônica
  • Fibrose cística
  • Próstata aumentada e esforço para urinar
  • Peso em excesso
  • Levantar muito peso
  • Alimentação ruim
  • Fumo
  • Esforço excessivo
  • Testículos não desceram
Sintomas
Sintomas de Hérnia

Os sintomas de hérnia variam de acordo com o tipo, mas existem alguns sinais em comum para as principais delas. Confira:
  • Inchaço na área afetada, quando pequenas
  • Dor no local afetado
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Presença de sangue nas fezes.
Diagnósticos e Exames
Buscando ajuda médica
Procure um especialista se suspeitar que seus sintomas estão relacionados à hérnia. Mas atenção: normalmente, as pessoas acreditam que seja um caso de hérnia toda vez que sentem dor no baixo abdômen, geralmente após levantarem algum peso. Na maioria dos casos, porém, não se trata de hérnia já que sua principal característica é a ocorrência de inchaço.

Se perceber inchaço no abdome, acompanhado ou não de dor, procure ajuda médica imediatamente.

Na consulta médica
No consultório médico, descreva todos os seus sintomas e mostre ao médico os locais da dor. Tire todas as suas dúvidas e não se esqueça de estar preparado para as perguntas que o médico poderá lhe fazer também. Veja alguns exemplos:
  • Quando as dores começaram?
  • Qual a intensidade das dores?
  • Você fuma? Quantos cigarros por dia?
  • Você segue alguma dieta específica? Como é sua alimentação?
  • Você pratica exercícios físicos? Faz esforço excessivo?
  • Há alguma medida que melhore ou piore as dores?

Diagnóstico de Hérnia
Um médico pode confirmar a presença de hérnia durante o exame físico. O local tende a aumentar de tamanho ao tossir, curvar-se, levantar peso ou fazer esforço.

A hérnia (protuberância) pode não ser óbvia nos bebês e crianças, exceto quando a criança está chorando ou tossindo. Em casos mais raros, um ultrassom pode ser necessário para que o médico seja capaz de encontrar a hérnia.
Tratamentos e Cuidados
Cirurgia tradicional
A cirurgia é o único tratamento que pode corrigir permanentemente uma hérnia. A cirurgia de hérnia é uma das mais feitas em todo o mundo e possui riscos baixíssimos de complicações, podendo apresentar mais riscos a pacientes com problemas médicos graves. A cirurgia é geralmente indicada para casos em que a hérnia causa dor ou que aumenta de tamanho.

Cirurgia laparoscópica
Em vez de uma cirurgia aberta, algumas hérnias podem ser reparadas usando um laparoscópico. A vantagem da laparoscopia consiste na inserção de uma pequena câmera por pequenos cortes cirúrgicos, o que garante recuperação mais rápida e menos dolorida ao paciente.

Outros tratamentos
O médico poderá receitar, também, alguns analgésicos para aliviar a dor causada pela hérnia.
Prevenção
Adote algumas medidas essenciais para evitar o surgimento de hérnia. Confira:
  • Utilize técnicas corretas para levantar peso
  • Emagreça, se você estiver com excesso de peso
  • Alivie ou evite a constipação comendo alimentos ricos em fibras, bebendo muito líquido, indo ao banheiro assim que sentir vontade e exercitando-se regularmente

Os homens devem procurar o médico se precisarem fazer esforço para urinar. Isso pode ser um sintoma de próstata aumentada.

Fontes e referências
Ministério da Saúde
Manual Merck
Mayo Clinic