Rua Dr. Diogo de Faria, 1087 - cj. 1005 - Vila Clementino - São Paulo - SP - 04037-003

Vesícula Biliar

Doença da Vesícula Biliar

vesicula.png
O que é Doença da vesícula biliar?
A vesícula biliar é o órgão localizado sob o fígado cuja função é armazenar bile, um líquido produzido pelo fígado que ajuda na digestão. Conforme o estômago e os intestinos grosso e delgado vão digerindo os alimentos, a vesícula biliar libera a bile armazenada por meio do ducto biliar comum, um tubo que conecta a vesícula e o fígado ao intestino delgado.

A vesícula biliar costuma apresentar problemas se algo estiver bloqueando o fluxo de bile. Geralmente, isso é causado pela presença de pequenas pedras, conhecidas como cálculos biliares, mas outras causas também podem estar envolvidas.

Doenças da vesícula biliar podem incluir, ainda, inflamação, infecção e obstrução do órgão que armazena bile.

Tipos
Entre os principais tipos de doenças da vesícula biliar estão:
  • Colecistite (inflamação da vesícula biliar)
  • Cálculos biliares (colelitíase)
  • Doença da vesícula biliar de cálculos crônicos (na qual os movimentos naturais necessários para o esvaziamento da vesícula não acontecem corretamente)
  • Gangrena ou abscessos
  • Formações de tecidos (pólipos) na vesícula
  • Defeitos da vesícula biliar presentes no nascimento (congênito)
  • Colangite esclerosante
  • Tumores da vesícula biliar e do ducto biliar.

Fatores de risco
Os fatores que contribuem para o desenvolvimento de uma doença da vesícula biliar específica costumam variar de acordo com a doença, mas alguns deles são comuns. Confira:

Hereditariedade
Algumas doenças da vesícula biliar, como os cálculos biliares, podem ser facilitadas pela herança genética. Pessoas que tenham parentes com problemas como esse podem ter mais chances de desenvolvê-los.

Idade
Doenças da vesícula biliar geralmente atingem pessoas com mais de 60 anos de idade.

Sexo
Pessoas do sexo feminino são mais propensas a desenvolver doenças da vesícula biliar. O excesso de estrogênio pode estar envolvido nessa ação, principalmente em casos de reposição hormonal após a menopausa, que aumenta a probabilidade de surgimento de cálculos biliares.

Dieta
Especialistas alertam que as dietas ricas em alimentos gordurosos e em açúcar podem aumentar as chances de uma pessoa vir a desenvolver uma doença da vesícula biliar.

Obesidade
Em comparação com pessoas de peso normal, a bile de pessoas com obesidade é supersaturada com colesterol, o que coloca quem está acima do peso em situação acrescida de risco para desenvolver uma doença da vesícula biliar.

Funcionamento irregular do intestino
Estudos confirmam que o funcionamento lento e irregular do intestino contribui para a formação de cálculos biliares, especialmente em mulheres.